segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Que nome dar a isto

       
       Duas pessoas que passam horas e horas a falar , e nunca se  cansam, que nome dar a isto?
       É muito estranho como em questão de dias conseguimos torna-nos tão ligados. De momento para outro passamos nós a conhecer e agora nos adoramos um ao outro. Quando estamos no nosso mundo esquecemos por completo as outras pessoas. Rouba-me todos os meus sorrisos, anima-me e dá carinho a cima de tudo, do tipo é quase um sonho que se tornou realidade...Espero que esta ligação dure e dure e nunca acabe porque nem todos os dias se encontra alguém assim

sábado, 28 de dezembro de 2013

Entre a espada e a parede

          
         É primeira vez na vida que me sinto como uma traidora, nunca pensei que chegasse a tanto, mentir a uma pessoa que é para mim uma melhor amiga. Tudo por  causa de outra pessoa! Sei que acabarei por perder umas das pessoas...Basicamente estou entre a espada e a parede , devia fazer o que é certo mas é tão difícil , odeio isso tudo. Para mim acabou, nunca mais voltarei a dizer que sou de confiança e sou uma boa amiga, porque não sou , não valho nada. Queria desaparecer deste mundo, e esta história de todos cometem erro  comigo não funciona....

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

I'm HAPPY!!!


        Acho que alguém lembrou de fazer com que o meu ano acabasse em grande! A vida dá muitas voltas e por vezes acaba por trazer muitas coisas boas que fazem com que andemos com sorrisos parvos na cara. Mas isso é algo bom! Como se  costuma a dizer depois da tristeza vem sempre a alegria. E neste momento é assim que me sinto, muito feliz!

sábado, 21 de dezembro de 2013

Todos nos fartamos um dia!

       
    Antes chorava porque amava-te e achava que já não sentias o mesmo. Mas depois vieste e disseste que não se esquecia coisas dessas do dia para e noite e pedis-me muitas desculpas e mostraste-te importado mas agora ...Será que te lembras que existo, será que sabes que magoas porque acabou-me por lembrar -me sempre do que me disseste, que amavas-me , fui  uma parva em acreditar, porque quem ama não faz o que tens feito. 
    Cansei , pela primeira vez depois deste tempo todo que sinto o que sinto, tenho dúvidas sobre se o que sinto ainda é amor ou não, sobre se pedires mesmo para voltar se te direi que sim ou não e se algum dia vás dar pela minha farta se me for embora!
    Sei que não preciso disto, não preciso de acordar  triste por seres a primeira pessoa que me lembro , nem me deita triste porque és tu de quem me lembro! Não preciso disto , serei uma parva se continuar a alimentar algo assim. Ontem tive provas que se deixar há gente que conseguirá fazer o meu sorriso ser verdadeiro e completar-me da mesma forma que tu fazes ou fazias...
   O meu mundo não pode girar só em teu torno, não irei deixar! Lamento mas não, tenho de ser feliz contigo ou sem ti!
    Ontem conseguiram trazer a antiga rapariga e que adoro ser e tinha saudades, sempre na brincadeira a rir , que se sente livre sem nada a sufoca-la, uma maluca. Senti-me alegre após tanto tempo, não sei porque , apenas sei que esse sentimento foi tão bom de reviver!

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

......

       É estranho quando uma pessoa que conhecemos a pouco tempo virasse para nós e diz tens tudo para ser feliz, não desistas. És linda, és simpática, és inteligente e acima de tudo és uma princesa! Qual pessoa fica meio surpresa de ouvir isto, eu fiquei principalmente vindo de quem foi...
       As melhores palavras que podiam ter me dito numa madrugada como a de hoje , em que a minha cabeça fugia com pensamento para sítios que nem valeria a pena estar a pensar

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Perdoa-me! - pediu ele

       
           Aconteceu muita coisa esta terça à noite, que passou! O J veio falar comigo e resolveu me explicar de uma vez por todas porque tinha terminado. Bem a resposta foi qualquer coisa do género de como tinha aquele problema viu-se obrigado a afastar de ti. Qual o problema? Bem a família dele, o facto de ele não saber lidar com as discussões e conflitos que tinha em casa  e de nunca ter falado isso para ninguém , provocou isso...           
          De certo modo, percebe-lo porque também tenho os meus stress aqui por casa, mas por outro eu acho que ele devia ter explicado na altura o que se passava, e provavelmente teria sido muito mais fácil ele teria tido o meu apoio, quando as coisas estavam pior, do que ter estado sozinho, mas ele fez a sua escolha. 
        Penso que dificilmente vou conseguir perdoá-lo , entendo a situação dele mas o facto de ele ter me magoado não é aceitável, pois aos olhos de todos eles enganou-me e usou-me e se desse uma segunda oportunidade ele iria fazer o mesmo comigo. E não sei se estou disposta correr esse risco. Já percebi que seria uma relação muito complicada e da maneira que sou também não ia conseguir lidar com isso.
         Se ele gostar de mim há de lutar para que eu o perdoe, senão nem vale a pena pensar no passado e devo continuar em frente...

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

I need you


        
        A saudade veio e bateu forte, e tu e eu já não existe por algo que nem deste me explicação!
      Porque não podemos estar juntos? É a pergunta que mais tenho feito, mas  fico sempre na dúvida, porque tanta injustiça? Será que não temos todos os direitos de poder estar feliz?
     As únicas resposta que vejo são nem todos temos sorte no amor, quando temos-la, há que saber aproveita-la. Quanto à injustiça é algo que sempre há de permanecer, é quase impossível esta ser extinta. E por fim sim penso que temos todos o direito a ser feliz, no entanto, se calhar não descobrimos ainda como , e se será mesmo possível tal coisa, porque há de haver sempre alguém que não se sentirá bem e ai não estarão todos feliz. Mas na minha opinião são três perguntas que a resposta para elas pode ser variada, depende de quem a responde, e por isso mesmo acho que deixam algumas dúvidas em suspenso!

domingo, 15 de dezembro de 2013

Sem ti não é a mesma coisa



Sem ti não é a mesma coisa
Os dias parecem que tornam-se cinzento
A tristeza bate à porta
E a alegria foge


Sem ti não é a mesma coisa
Porque não se ouvem risos
Não há aquele clima de costume
Falta aquele abraço apertado


Sem ti não é a mesma coisa
Pois não sei qual o caminho
Preciso que me o indiques
Senão acabo perdida

Sem ti não é a mesma coisa
Tu mudas tudo no mundo
Dás-me a força que preciso
Na tua ausência a vida desvaloriza-se

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Lição


        Apreendi que ter alguém que gostas  longe de ti dói muito, quando digo isto pensa-se logo na pessoa por quem estamos apaixonado, ou não, a verdade é que acho que quando trata-se de uma amizade  é maior este sentimento de saudade, porque os namoros nem sempre são para sempre, claro que há excepções, enquanto uma amizade, quando é verdadeira, é provavelmente que seja para sempre. Mas isto é daquelas coisas que se não for sempre alimentada, acaba por deixar de existir, e só funciona com duas pessoas, porque uma pessoa só não tem capacidade manter uma amizade sozinha. E quando uma das duas partes não está interessada nisso há alguém que vá acabar por sair magoado!
       Por isso o conselho que deixo é que valorizemos as nossas amizades, porque podemos nunca encontrar pessoas como as que temos já na nossa vida...

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Aviso: Sorte desaparecida!



      É isso mesmo, a minha sorte emigrou, não sei bem para onde. Talvez seja da crise em que o país está ou então do inverno que está chegando. Pois  a verdade é que estes últimos dias não tem sido lá grande coisa. As minhas notas que estão miseráveis, de tal maneira que já vi que isto vá estar muito feio para os meus lados o resto do ano lectivo. O meu computador que lembrou-se que havia de voltar a dar os problemas  do costume e  eu que já não vejo certas pessoas a frente. Estou por um fio ,basicamente, mas enfim já falta só oito dias paras férias começarem, oh menos isso! Espero conseguir descansar alguma coisa nestas férias , nem que seja para por a cabeça no sítio , para começar bem 2014.

sábado, 7 de dezembro de 2013

Quando passará?



      Queria poder dizer que esqueci-te, mas é algo impossível, ninguém apaga uma pessoa da cabeça do dia para noite. Tu deixas-te a tua marca, talvez de propósito para me teres sempre na mão! Mas isso tem de acabar, não posso permiti-lo, tu tens de deixar de ter o poder que tens sobre mim, porque não sou capaz de continuar a viver assim. Por muito que o sentimento seja forte e possas valer a pena , tudo tem o seu limite e eu estou chegando ao meu, por isso suplico-te que não magoes constantemente como tens feito até aqui.

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Baú do Passado

     
         Tudo começa quando no verão pela primeira vez , ele decide por conversa com ela . Nunca antes tinham falado um com outro, ele já tinha dado pela presença dela pelos corredores da escola mas esta nunca reparou nele. 
        A partir do dia que começaram a falar o interesse dele por ela aumentou, no entanto inicialmente a rapariga nunca pensara que iria se apaixonar. Principalmente, depois da desilusão que teve com outro e achava que nunca se iria sentir o mesmo por alguém, no entanto o rapaz com que ela falou no verão , ou seja o J, começou a chamar-lhe à atenção e começou a ficar curiosa por conhece-lo melhor.
       Os dois conheceram , e ela ficou ainda mais doida por ele. Ambos tinham o receio de se virem a magoar .Mas mesmo assim começaram a namorar   um com outro. No entanto a  rapariga acabou por vir a ter de dar de caras com seu medo, pois no momento que esta começara a ficar mais interessada e acreditar que desta vez tudo seria diferente, foi quando viu o seu mundo desabar. Sim , eles terminaram. 
         O rapaz ficou na sua , não demonstrou grande reação ao que fez. Já ela chorou por ele , sentiu-se idiota outra vez e começou-se a culpar a si e achar que tinha algum problema. 
        Os amigos tentaram reconforta-la, diziam-lhe que não poderia ficar triste porque nenhum homem no mundo merecia tal coisa, que não faltava-lhe rapazes que a quisessem e bem melhores. Mas  não era algo em que acredita-se muito.
           Dia pôs dia ela começou a aceitar que tinha de o esquecer, pois ele não gostava já dela e que tinha de seguir em frente , pois não adiantaria ficar assim para sempre.
Só que o J lembrou-se, que  quando na cabeça da rapariga ele praticamente estava meio apagado , de voltar a marcar a sua presença. falando -lhe de novo e e dizendo que ainda gostava dela e tinha acabado com ela porque estava numa situação difícil e perguntou o que sentia e a resposta que obteve foi que ainda sentia o mesmo.
       Mas tudo continuou igual, não se juntaram , e ela ficou sem perceber para que foi a conversa, e tudo ficou mais complicado porque a ela tinha de decidir se queria ou não mesmo esquece-lo depois do que se sucedeu. E simplesmente não podem estar juntos,segundo ele , porque ele disse estar numa situação complicada e que fora por isso que acabou e nem sequer contou esse porque e a situação , o que era não é normal , pois devia ter confiado mais nela.
        Agora estão duas pessoas separadas que gostam uma da outra por estupidez!

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

INADMISSÍVEL

 

       Hoje ouvi uma história que me deixou sem palavras, mesmo sem saber o que dizer.  Alguém que  contava-me que um homem chegou a casa e como não estava bem disposto pôs a insultar a mulher e os filhos, isto até ponto de queres bater-lhes.Pergunto-me muitas vezes o que vai na cabeça dessas pessoas! Será que não se lembram que tem filhos , e no exemplo que vão estar a dar-lhes!